Desde 2001, um website dedicado à divulgação dos Escritos teológicos de Emanuel Swedenborg (1688-1772).
Literatura Estudo Bíblico Links Biografia de Swedenborg Contatos
Sermões Downloads Tópicos Swedenborg website  

Estudo Bíblico "A Escritura Santa" - Parte 2.1 - O Livro de Gênesis
 PÁGINA PRINCIPAL | PÁGINA ANTERIOR | PRÓXIMA PÁGINA


Parte 2 - Livros do Antigo Testamento

Capítulo 10 - O Livro de Gênesis

10. Introdução ao Antigo Testamento

10.1- Nesta segunda parte de nosso Curso Bíblico, começaremos a examinar mais diretamente o corpo da Revelação Divina. Porque, para que possamos penetrar com o entendimento na mensagem interior da Palavra, precisamos ter uma boa base no sentido literal das Escrituras e uma ampla visão de todo o conjunto dos livros que as compõem e de seu conteúdo. Examinaremos, portanto, o assunto de que trata a letra da Palavra Divina, não só através de uma vista geral de cada Testamento, como também pelo estudo de cada livro, sua mensagem, a época em que foi escrito, o autor etc.

Convém observar, entretanto, que este estudo, ainda que entre em detalhes sobre o conteúdo de cada livro, não substitui de modo nenhum a leitura dos próprios livros da Palavra. Ao contrário, recomendamos que o leitor faça, paralelamente ao presente curso, a leitura individual e sistemática dos livros da Bíblia que estivermos analisando. As informações vistas aqui são apenas um roteiro geral dos assuntos bíblicos, podendo ser úteis como referência e auxílio na compreensão de sua mensagem; não bastam, todavia, para tornar a Palavra de Deus conhecida tal como é. É só pela leitura da Palavra mesma que se recebe iluminação do entendimento para compreensão das verdades da fé e afeição da vontade para os exercícios da vida de caridade. Por isso, insistimos em recomendar a leitura atenta e habitual das Escrituras Santas.

 

10.2 - O Pentateuco

Os cinco primeiros livros da Palavra são também chamados Pentateuco ("pentateuco" é um termo grego que quer dizer "cinco livros", isto é, os primeiros cinco livros da Bíblia). Moisés começou a escrever estes livros quando, talvez, ele estava na terra de Midian, morando com Jetro, que veio a ser seu sogro. Jetro era sacerdote de uma Igreja Antiga que existiu antes da época Judaica e foi por meio de Jetro, possivelmente, que Moisés teve conhecimento de textos antigos que são citados nas Escrituras do Antigo Testamento mas que hoje estão perdidos, como "O Livro das Guerras de JEHOVAH", "O Livro das Enunciações" ou "Dos que falam em provérbios" e o "O Livro de Jasher" (Núm.21:14, 27-30, Jos.10:12,13, II Sam.1:17,18).

10.3- Foi na terra de Midian, no Monte Sinai, que o Senhor apareceu a Moisés, em meio a nuvens e fogo, e escreveu, com Seu próprio dedo, os Dez Mandamentos em duas tábuas de pedra. Essas tábuas, como vimos antes, foram preservadas na arca que ficava no Santo dos Santos do tabernáculo, onde o Senhor Se manifestava e falava a Aarão e aos sumo-sacerdotes que vieram depois. Moisés copiou as leis que havia nas tábuas de pedra e as ajuntou com as histórias antigas da criação de que tomou conhecimento por meio de Jetro, a saber, do Jardim do Éden, de Caim e Abel, de Noé e o dilúvio e a construção da torre de Babel. Depois acrescentou as histórias de Abrahão, Isaque, Jacob e José. Em seguida, continuando a história de seu povo, descreveu a saída da terra do Egito, sua jornada pelo deserto e vinda ao Monte Sinai. Descreveu como foram dados os Dez Mandamentos e os outros preceitos que deviam governar os filhos de Israel. Descreveu o tabernáculo, suas divisões e compartimentos, e supervisionou a construção desta tenda conforme lhe foi ditado dos céus. Depois relembrou todos os sofrimentos dos israelitas durante os quarenta anos que passaram no deserto até à conquista da terra que ficava à leste do rio Jordão, e ali deu as instruções finais que recebera do Senhor.

 

10.4 - O Livro de Gênesis

O vocábulo "Gênesis" vem do grego "geração". Foi como se traduziu na Septuaginta o primeiro livro do Velho Testamento: "Livro da Geração". Em hebraico, o nome deste livro vem da primeira linha do primeiro versículo, isto é, "Berechit" ("No princípio..."). É o primeiro do Pentateuco. No hebraico, foi dividido em 12 secções ou "pareshiot". Tem 50 capítulos e 1.535 versículos.

Moisés (Moshé) teria escrito o "Gênesis" por volta do ano 1.500 a.C. Como foi dito, é opinião comum que Moisés teria escrito o livro enquanto se achava na terra de Midian, mas há quem suponha que Moisés (ou um escriba sob sua supervisão) o teria escrito no período em que dirigia o povo de Israel em sua peregrinação pelo deserto.

De qualquer maneira, parece que Moisés teria tido tempo suficiente em qualquer das ocasiões, pois ele esteve durante 40 anos em Midian, pastoreando o rebanho de Jetro, com cuja filha, Zípora, ele se casou, como também esteve quarenta anos no deserto com o povo de Israel.

Não há que estranhar o fato de Moisés ter transcrito as histórias dos primeiros onze capítulos de Gênesis dos livros sagrados do sacerdote Jetro, seu sogro, porque Jetro conhecia e adorava o Senhor JEHOVAH (Êx.18:12), e por isso Moisés costumava atender às suas experientes instruções, como se lê em Êxodo 18. E teria sido também dos livros de Jetro que Moisés reproduziu os relatos alegóricos do livro de Job, como veremos mais tarde.

 

10.5- Assuntos do livro de Gênesis

Cap 1: - A história da criação do universo. Deus cria a luz no primeiro dia; o firmamento, para dividir as águas, no segundo dia; a terra, que começa a produzir vegetais, no terceiro dia; os luminares celestes, no quarto dia; as águas produzem répteis e as aves voam no céu, no quinto dia; a terra produz os animais e Deus cria o homem, no sexto dia.

Cap.2: - Acabando de criar os céus e a terra, Deus abençoa o sétimo dia; forma o Jardim de Éden, que é descrito com suas riquezas e seus rios. O homem é encarregado de cuidar do Jardim. O homem dá nome aos animais, mas não se acha entre eles um auxílio para ele, pelo que Deus cria a mulher a partir de uma costela do homem.

Cap.3: - A tentação e queda do homem. A serpente engana a mulher e o homem e os faz comer da árvore da ciência do bem e do mal, pelo que são amaldiçoados e expulsos do Jardim.

Cap.4: - O nascimento de Caim e Abel; Caim era lavrador e Abel pastor. Por ciúme de seu irmão, cuja oferta é aceita por Deus, Caim o mata e é amaldiçoado por Deus. A história dos descendentes de Caim.

Cap.5: - A genealogia do homem, de Adão até Jafé.

Cap.6: - O gênero humano se corrompe pela maldade e Deus se arrepende de o haver criado. Noé era homem justo, pelo que Deus ordena-lhe que construa uma arca e que nela recolha toda espécie de animais, para serem preservados do dilúvio que virá.

Cap.7: - Feita a arca, Noé, seus familiares e os animais entram nela e chove na terra por quarenta dias; as águas cobrem a terra por 150 dias.

Cap.8: - As águas diminuem. Noé solta aves para verificar o nível das águas; após quase onze meses, todos saem da arca. Deus faz aliança com Noé.

Cap.9: - Descreve-se o pacto de Deus com Noé, pelo que a terra nunca mais seria destruída por águas do dilúvio. Noé planta uma vinha, embebeda-se e Canaan o ridiculariza, pelo que é amaldiçoado.

Cap.10: - É descrita a descendência de Noé.

Cap.11: - O povo resolve construir uma torre em Babel, para engrandecer seu nome sobre a terra. Deus desce, confunde suas línguas e os espalha sobre a face da terra. A descendência de Sem.

Cap.12: - Começa a história do patriarca Abrão, de como o Senhor o manda sair de sua terra e ir para Canaan. Essa terra é prometida por Deus à descendência de Abrahão. Havendo fome naquela terra, Abrão vai para o Egito. Com receio dos egípcios, mente a respeito de Sarai ser sua esposa, pelo que é repreendido pelo faraó.

Cap.13: - Tendo ajuntado riquezas no Egito, Abrão volta para Canaan e seu sobrinho, Lot, se separa dele.

Cap.14: - Há uma guerra de quatro reis contra cinco e Lot é feito prisioneiro. Abrão ajunta seus empregados, persegue os reis adversários e liberta Lot. Melquisedeque, rei de Salém, abençoa a Abrão, que lhe dá dízimo de tudo.

Cap.15: - Deus faz a Abrão a promessa de um filho.

Cap.16: - Sarai, sendo idosa, dá sua serva Hagar a Abrão, para gerar por ela; nasce Ismael.

Cap.17: - Deus fala novamente a Abrão, muda-lhe o nome para Abrahão e renova-lhe as promessas. O nome de Sarai é mudado para Sara (Sarah). É instituída a circuncisão.

Cap.18: - Três anjos aparecem a Abrahão, que entre eles ou neles vê o Senhor. Renovando o Senhor a promessa do filho, Sara duvida. O Senhor anuncia a destruição das cidades de Sodoma e Gomorra e Abrahão se aflige pelo pelos justos que habitavam ali.

Cap.19: - Dois dos anjos vão a Sodoma e Gomorra para de lá tirarem Lot e sua família. A cidade é destruída por fogo e enxofre caídos do céu. A mulher de Lot torna-se estátua de sal.

Cap.20: - Abrahão vai para Gerar, terra do rei Abimeleque, e lá, novamente, nega que Sara seja sua mulher, por receio dos moradores. Abimeleque o repreende e lhe dá bens.

Cap.21: - Sara concebe e tem um filho, que é chamado Isaque. Crescendo o menino, é desprezado por Ismael, pelo que este é despedido com sua mãe, a serva Hagar. Abimeleque faz um pacto com Abrahão.

Cap.22: - Abrahão é provado por Deus e se dispõe a imolar seu filho, Isaque, em sacrifício, mas este é salvo por Deus.

Cap.23: - Sara morre e Abrahão compra um campo em Efrom para sepultá-la.

Cap.24: - Abrahão, já velho, manda um de seus servos ir à terra de seus pais buscar uma esposa para Isaque. O servo vai, encontra Rebeca entre pastores de ovelhas, vai à casa dela e fala à sua família. Ela concorda em vir com o servo e se casa com Isaque.

Cap.25: - Outros descendentes de Abrahão com Quetura. Descendentes de Ismael e de Isaque. O nascimento de Esaú e Jacob.

Cap.26: - Havendo fome na terra de Canaan, Isaque vai para Gerar e, com receio dos moradores, faz o que fizera seu pai, mentindo sobre sua esposa, Rebeca. Abimeleque o repreende. Isaque se enriquece em Gerar e faz um pacto com Abimeleque.

Cap.27: - Isaque é enganado por Rebeca e Jacob, e abençoa a este em lugar de Esaú.

Cap.28: - Fugindo da ira de seu irmão, Jacob vai para Padan-Arã, terra da família de Rebeca. No caminho, sonha com uma escada em que anjos sobem e descem de Deus. O Senhor lhe fala e promete lhe dar aquela terra. Jacob adora o Senhor naquele lugar e faz-Lhe votos.

Cap.29: - Jacob encontra-se com Raquel e por ela fica servindo sete anos a Labão por ela. Mas é enganado, e recebe Léia em lugar de Raquel. Por esta, serve mais sete anos a Labão. Nascem a Jacob doze filhos e uma filha.

Cap.30: - Continuação do relato do nascimentos dos filhos de Jacob com Léia, Raquel e as escravas destas, Bil-há e Zilpa. Labão faz um acordo com Jacob; este o engana e adquire riqueza para si por meio do rebanho de Labão.

Cap.31: - O Senhor manda Jacob voltar para Canaan e ele parte com sua família e suas posses. É perseguido por Labão, porque uma das filhas roubara-lhe os ídolos. Labão se encontra com Jacob e fazem aliança em Galeede.

Cap.32: - Esaú vai ao encontro de Jacob. Com receio do irmão, Jacob manda-lhe mensageiros e teme por sua sorte. Manda presentes ao irmão. À noite, luta com um homem até ser por este abençoado. Seu nome é mudado para Israel.

Cap.33: - Jacob vai ao encontro de Esaú, dispondo estrategicamente sua riqueza e seus filhos pelo caminho. Esaú o encontra, perdoa-lhe e eles se abraçam. Jacob vai para a cidade de Siquém.

Cap.34: - Dinah, filha de Jacob, é deflorada por um moço, que quer se casar com ela. Jacob aceita o pedido de casamento. Os filhos de Jacob, porém, exigem que todos os habitantes do lugar sejam circuncidados. Quando todos os homens estão sentindo as dores da circuncisão, sem poderem se defender, Simeon e Levi matam todos a espada e saqueiam a cidade.

Cap.35: - Jacob faz um altar em Betel. O Senhor lhe aparece e renova-lhe a promessa feita a Abrahão. Nasce Benjamin e morre Raquel. Morre Isaque e é sepultado por Esaú e Jacob.

Cap.36: - Nomes dos descendentes de Esaú.

Cap.37: - José, filho de Jacob, é invejado por seus irmãos, que o vendem a mercadores que vão para o Egito. Mentem a Jacob, sugerindo que José teria sido morto por alguma fera.

Cap.38: - A história de Judah e sua nora, Tamar. Ela ficou viúva e não foi aceita pelos cunhados, como era o costume. Tendo Judah, seu sogro, também enviuvado, Tamar usa de um artifício para se juntar a ele e conceber filhos. Nascem-lhe Perez.

Cap.39: - No Egito, José vai trabalhar em casa de um capitão do faraó. Por não aceitar trair o patrão com a esposa deste, é acusado injustamente por ela e lançado na prisão.

Cap.40: - Na prisão, José interpreta acertadamente os sonhos do copeiro e do padeiro do faraó.

Cap.41: - O faraó tem um sonho que ninguém consegue interpretar. José é lembrado pelo copeiro, é chamado e interpreta o sonho do faraó, que fala de sete anos de fartura que virão, seguidos de sete anos de fome. José aconselha o faraó a prevenir a escassez. Por isso, é posto como governador do Egito e o segundo em toda a terra. Nascem-lhe dois filhos, Efraim e Manassés.

Cap.42: - Chegada a fome em toda a terra, no Egito havia mantimento, pelo que os filhos de Jacob vão até lá para comprar. José reconhece seus irmãos, mas não é reconhecido por eles. José usa de astúcia para reter um dos irmãos, a fim de garantir que trarão Benjamin, seu irmão mais novo.

Cap.43: - Prevalecendo a fome na terra, os irmãos descem novamente ao Egito, desta vez levando Benjamin. Ceiam com José, que lhes pergunta pelo pai.

Cap.44: - José arma uma cilada aos irmãos, para conservar consigo Benjamin. Acusados injustamente de roubo, os irmãos se humilham e Judah suplica em favor do pai, para não deixarem Benjamin no Egito.

Cap.45: - José dá-se a conhecer a seus irmãos e manda-lhes que tragam o pai. O faraó dá providências para favorecer a vinda dos irmãos de José.

Cap.46: - Jacob e toda a sua família vão para o Egito; a relação dos que foram.

Cap.47: - No Egito, Jacob e seus filhos se instalam na terra de Gosen com os seus rebanhos. José, administrando os mantimentos na época da fome, adquiriu para o faraó toda a terra do Egito.

Cap.48: - Jacob adoece; chama os filhos e abençoa a cada um deles.

Cap.49: - Continua a bênção de Jacob; sua morte.

Cap.50: - Todo o Egito lamenta a morte de Jacob. José anima a seus irmãos e também morre.

  

**************************

 

.

Reflexões sobre os temas do Capítulo 10
10.1 - O que é "Pentateuco"?
10.2 - Onde e quando, possivelmente, Moisés escreveu o livro de Gênesis?
10.3 - De que tratam os três primeiros capítulos desse livro?
10.4 - Que evento acontecido a Abrahão e Sarah se repete com Isaque e Rebeca? (veja os capítulos 20 e 26)
10.5 - Em que consistia a promessa feita por Deus a Abrahão (cap.12), e repetida a Jacob (cap.28)?

Se desejar, você pode nos enviar suas perguntas ou comentários por carta ou e-mail

 Continua > > 

 PÁGINA PRINCIPAL | PÁGINA ANTERIOR | PRÓXIMA PÁGINA

Atualização: Outubro, 2013 - doutrinascelestes@gmail.com